Recent News
Riscos de trabalho para eletricista: Quais são?

Você já parou para pensar como várias profissões simples acabam oferecendo riscos reais? Se eu precisasse citar todos os riscos de trabalho para eletricista, seria realmente uma grande tarefa.

A lista seria muito grande, e ocuparia o seu tempo sem talvez acrescentar uma ajuda real para o que você precisa. Então hoje gostaria de abordar melhor este assunto, te orientar para conseguir trazer um pouco de segurança na sua profissão.

Lembrando que é necessária uma orientação profissional sempre que for começar um novo emprego. Se você não é um profissional de carteira assinada não se baseie só nestas informações para tentar se tornar livre de problemas.

O ideal é você fazer um curso de NR10, que é a principal norma regulamentadora de segurança para trabalhos em alta tensão. Sendo sem dúvida uma opção inteligente para quem deseja ter resultados de verdade.

Um curso destes da melhor qualidade está disponível pela empresa Engehall, um excelente expoente na capacitação profissional na área da elétrica. Eles também possuem outras opções como por exemplo o  curso de eletricista Goiânia, que vale a pena conferir.

Então feitas as introduções, vamos ao conteúdo que nos interessa.

tres-eletricistas-preocupados

Riscos de trabalho para eletricista: Quais são?

Como eu disse lá atrás, a lista é realmente muito extensa para abordar todos os tópicos. Por isso gostaria de falar deles separadamente, deste modo você estará capacitado para enfrentar as principais situações que podem ocorrer.

Lembrando que este aqui é um conteúdo meramente de introdução e degustação. O correto é procurar algum curso específico que irá te guiar nas boas práticas que farão toda a diferença.

1 – Risco de choque

Talvez você já tenha pensado diretamente na questão do choque elétrico. Ele é uma coisa que varia do desconfortável para o perigoso. Definitivamente ninguém gosta de tomar choque sem motivo.

Alguns até mesmo contratam um eletricista para fazer uma troca de chuveiro ou mesmo acertar pequenos serviços, tudo com medo deste risco.

Embora isto possa ser exagerado para alguns, a verdade é que mesmo uma tomada pode causar grandes estragos.

O choque elétrico em si é quando seu corpo acaba atuando como condutor de eletricidade. Ou seja, a pele, que é de característica isolante, encontra uma tensão alta e acaba por finalmente quebrar este impedimento de passagem de corrente.

O resultado é uma sensação dolorosa e desagradável que pode se tornar em uma queimadura. Isto acontece por conta da corrente elétrica que se dissipa como calor na pele.

E claro, como nossos músculos se contraem com eletricidade, é normal que a pessoa tenha alguma lesão.

Grandes correntes podem inutilizar nervos ou mesmo causar uma parada cardíaca, levando ao óbito.

2 – Queimaduras

O efeito joule é um dos fenômenos mais famosos da química. Através dele é possível que você consiga gerar calor através de uma corrente de eletricidade.

Quanto maior a potência do sistema elétrico, maior será a emissão de calor.

Este efeito é muito benéfico por um lado, pois é a base de funcionamento dos aquecedores elétricos e até mesmo do seu chuveiro.

Entretanto é a fonte que você vai encontrar como causadora de pequenos incêndios. Ou seja, ocorre um curto circuito, a resistência do circuito geral fica pequena e muita corrente é transmitida.

Assim acaba por finalmente gerar até mesmo incêndios. Em locais industriais alguns fios podem se aquecer muito, assim como peças que estão conduzindo eletricidade.

Uma queimadura como este não fica atrás da queimadura por fogo.

3 – Quedas

Parece estranho se falar em queda aqui, não é? Mas a verdade é que a maioria dos eletricista se arriscam em plataformas estáveis e grandes alturas.

Muitos acabam caindo de telhados e forros de casa. Vide a tragédia recente com o apresentador Gugu.

Por isso você precisa ter em mente que alguns lugares precisam ser acessados só com alguma forma de apoio firme. Sem contar que alturas muito grandes só devem ser escaladas com material adequado.

Existe uma outra norma regulamentadora para isto, a NR35, que envolve trabalhos em grandes alturas. A medida que se considera grande altura é a partir de 2 metros.

Talvez você pense que isto é muito pouco, mas a verdade é que uma queda de mal jeito desta altura pode até mesmo levar ao óbito.

4 – Acidentes com animais

Não é de hoje que estamos tomando o espaço da natureza. E quando isto acontece os animais e plantas tentam tomar seu território de volta. Principalmente quando não encontram outro lugar para habitar.

Sendo assim é comum que várias casas acabem com animais peçonhentos escondidos, que vão desde aranhas a cobras.

As abelhas, porém, são uma das causas mais comuns de acidentes, que podem escalar para algo grave facilmente.

Esbarrar em uma colméia pode ser uma preocupação real, ainda mais se você estiver trabalhando em uma altura grande e não tiver para onde correr.

Por isso é sempre importante verificar tudo com cuidado e ter respeito com a sua segurança.

riscos-de-trabalho-para-eletricista

Um toque final de prevenção

O melhor jeito de não se tornar vítima dos riscos de trabalho para eletricista é utilizar todos os equipamentos de proteção individual (EPI) adequados.

Desde a luva até o capacete, cada um deles possui um papel importante para proteger algo do seu corpo.

Muitas vezes um pequeno adereço traz exatamente o que você precisa para evitar um acidente grave. É comum que algo seja arremessado em uma obra através de um outro equipamento, seja um disco de makita quebrado ou então uma pedra esmagada, um óculos pode salvar a sua visão.

Por isso sempre trabalhe utilizando os equipamentos corretos para evitar problemas.

E claro, se está trabalhando em uma empresa, poderá exigir todos os equipamentos de maneira gratuita.

No mais é isso, espero ter te ajudado nesta empreitada. Qualquer dúvida sobre o assunto estou à disposição nos comentários para ajudar, ok?

Até a próxima!

News Reporter